2018 razões para refletir

Nill Cavalcante

Em janeiro, escrevi um artigo falando sobre as perspectivas para esse ano e por mais que tenha tentado, de certa forma, prever o que aconteceria, 2018 reservou surpresas, lições e, sobretudo, uma releitura da palavra intensidade.

Com tantos acontecimentos importantes era de se esperar que o ano fosse tão importante e transcorresse numa velocidade ímpar. Entre Copa do Mundo e Eleições houve um hiato no qual, a velha máxima de que o país pararia foi contrariada e em um ritmo alucinante as empresas trabalharam incessantemente. Começamos o ano com muito otimismo e ele confirmou os melhores prognósticos.

Profissionalmente, foi um ano de consolidação da NC, que superou as metas estipuladas e cresceu substancialmente. A fadada crise especulativa foi na verdade um poderoso combustível para que mostrássemos nosso cartão de visita e ganhássemos terreno em uma área tão competitiva. Trabalhar com empresas que compactuam com nossa filosofia e valores fizeram toda a diferença para termos a certeza de estarmos indo pelo caminho correto. Mesmo com um segundo semestre tão turbulento, o ano que se aproxima nos enche de otimismo para continuar pensando fora de caixa e aumentando nossa rede de comunicação.

Participamos de vários eventos, conhecendo pessoas inspiradoras que mesmo sem saber contribuíram não só para o crescimento da empresa, mas também deram lições valiosas sobre como ser uma pessoa melhor. Profissionais de diversos setores que aumentam a régua e fazem com que procuramos melhorar cada ponto para estar cada vez mais aptos para enfrentar o dinamismo que o mercado apresenta.

Mesmo com tanta coisa boa e aprendizado, empreender ainda é extremamente desafiador e por vezes pode parecer solitário e ai mora um paradoxo difícil de explicar. Vestir a camisa do seu negócio e brigar diariamente pelo crescimento é algo que te consome muito, muda sua rotina, seus horários. O trabalho passa a ser algo tão presente que quando percebemos já estamos online 24 horas por dia. Longe de mim falar que esse é um comportamento saudável, mas arrisco a dizer que grande parte das pessoas passa ou já passou por situações similares. A intensidade citada lá no início do texto passa a ser parte de sua rotina. Reuniões, horas no trânsito, aprovação de pautas, concorrências, muitas coisas acontecendo e o prazo será sempre apertado.

2018 nos reservou lições valiosas e ainda temos um pouco menos de 10 dias para aproveitá-lo ao máximo. Esse ano consegui tirar 5 dias de férias que servirão com escape para um ano tão intenso. Desejo a todos um ótimo final de ano e que 2019 traga ainda mais lições e sucesso. Vamos!

Sobre o Autor
Formado em Relações Públicas pela Faculdade Cásper Líbero e Especialista em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Universidade Anhembi Morumbi, profissional com mais de oito anos de mercado na implantação da comunicação organizacional. Expert em relacionamento com o público interno, coordenação e estratégias de criação e comercialização de campanhas em mídias sociais, trade marketing, comunicação externa e inbound marketing. Inúmeros projetos com foco em gestão de canais, organização de eventos, cerimonial e protocolo, relacionamento com stakeholders, além de coordenação de edição de publicações técnicas. Professor convidado do módulo Relações Públicas, Assessoria e Comunicação Interna na Pós Graduação em Gestão da Comunicação Integrada no Senac, também é palestrante.
Contato

Entre em contato, em breve retornaremos!